Bicicletas partilhadas de Lisboa começam a “Girar”

Gira_bicicletasPartilhadas_contDepois da fase piloto ter sido lançada em Julho passado, muita coisa mudou. O Lisboa Bike Sharing ganhou um novo nome e uma nova marca – Gira. As bicicletas foram redesenhadas com base no feedback dos milhares de utilizadores, mais estações foram instaladas por toda a cidade e o serviço está agora a ser ultimado para ser lançado por toda a cidade.

A Gira chega oficialmente esta terça-feira, dia 19, mas só estará disponível no Parque das Nações, na zona onde decorreu a fase piloto. O sistema de bicicletas partilhadas de Lisboa será alargado gradualmente a toda a cidade, garantiu esta manhã, Luís Natal Marques, presidente da EMEL, empresa que detém a gestão da Gira. “Até final de Outubro” deverão estar operacionais as prometidas 1410 bicicletas e 140 estações.

As primeiras estações fora do Parque das Nações começaram a ser instaladas no início de Agosto, um processo que acabou por demorar mais tempo que o esperado devido a pressões relacionadas com o estacionamento automóvel. “Tivemos uma reacção destemperada de algumas freguesias”, diz Luís Natal Marques, referindo-se aos lugares de estacionamento perdidos com a instalação de estações da Gira. “Tiveram de ser feitos alguns ajustes [ao plano inicial], na minha perspectiva, erradamente.” O presidente da EMEL acrescenta que esse plano era equilibrado, uma vez que previa cerca de 1300 bicicletas em passeio e 1200 em lugares de estacionamento.

Lê o artigo todo aqui e fica a conhecer os custos para usares as bicicletas.

 

Fonte:  Shifter