INSTRUCT: acesso às tecnologias mais avançadas em Biologia Estrutural

INSTRUCT é uma das infraestruturas no âmbito do programa ESFRI da União Europeia, que conta atualmente com oito Países membros, sendo Portugal um desses Países. A cerimónia de assinatura do acordo para o lançamento do INSTRUCT decorreu em Bruxelas no dia 23 de fevereiro de 2012, data a partir da qual investigadores dos Países membros podem submeter propostas a esta infraestrutura europeia.
Por Maria Arménia Carrondo, Representante INSTRUCT em Portugal

O Prof. Dave Stuart, Diretor do INSTRUCT refere que “Nunca até agora os biólogos europeus dispuseram de uma estrutura única que possibilitasse o acesso a todas as tecnologias e competências de que necessitam para desenvolver e potenciar a sua investigação. Ao associar diferentes disciplinas, tecnologias e cientistas de renome numa única infraestrutura, o INSTRUCT ajudará a tornar realidade, pela primeira vez na Europa, uma visão integrada da biologia”.

Esta infraestrutura europeia tem como objetivo permitir o acesso às tecnologias mais avançadas em Biologia Estrutural, através de uma rede de 12 Centros de excelência localizados em 8 países. As metodologias contempladas incluem desde a Produção de proteínas utilizando vários sistemas de expressão, Métodos Biofísicos, Espectrometria de Massa, Cristalização, Cristalografia de raios-X, RMN, Microscopia Eletrónica e de Imagem Celular e Computação. Será assim possível explorar e dar resposta a problemas complexos por meio de projetos integrados com um âmbito de aplicação que vai desde o nível de resolução atómica até ao nível celular. O catálogo completo das tecnologias e plataformas acessíveis através do INSTRUCT está disponível no portal http://www.structuralbiology.eu/.

O INSTRUCT reúne uma comunidade de mais de 500 cientistas espalhados por 25 países. Cada utilizador pode definir o perfil da proposta que melhor se ajusta aos seus interesses e prioridades. O portal inclui também anúncios de posições e programas académicos, um calendário de cursos, workshops e outros eventos de interesse para a comunidade científica de referência da infraestrutura.

Em Portugal, a comunidade científica desta área mobilizou-se para participar nesta infraestrutura a partir do verão de 2010, tendo recentemente sido aprovada uma proposta para a constituição de um “Affiliated Centre” do INSTRUCT. Esta proposta baseou-se na formação de uma estrutura distribuída a nível nacional, integrando cientistas de várias Universidades portuguesas: Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Lisboa, Universidade do Porto, Universidade Técnica de Lisboa, Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra e Universidade do Algarve. Contudo, através da entrada como membro efetivo do INSTRUCT, qualquer cientista português poderá apresentar uma proposta para concorrer às plataformas disponíveis, e assim beneficiar de um conjunto de tecnologias avançadas com vantagens acrescidas de apoio e integração na comunidade científica europeia a que dificilmente teria acesso de outro modo.

Encorajam-se pois TODOS os que possam beneficiar desta iniciativa a apresentar os seus projetos e concorrerem ao acesso aos Centros Europeus altamente especializados através do INSTRUCT.


Conteúdo gentilmente cedido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.