Lisbon MBA entra na lista dos 15 melhores da Europa

‘Ranking do ‘Financial Times’, que será publicado hoje, coloca o Lisbon MBA, como um dos mais rentáveis em termos de investimento.

É um dos critérios mais importantes a ter em conta na escolha do MBA a frequentar: a posição que consegue na lista dos ranking do “Financial Times”. Portugal marca pontos neste campeonato e acaba de conseguir um troféu que o pode ajudar na captação de alunos estrangeiros. O The Lisbon MBA atingiu o principal objectivo para que foi criado há cinco anos: entrar na lista dos cem melhores do mundo. No ranking do “Financial Times”, que é publicado hoje, entra na 15ª posição no top Europa e no 61º lugar dos melhores do mundo. Uma entrada em grande, já que este é o primeiro ano em que pode ser elegível.

É na classificação na categoria do “value for money”, um dos mais valorizados pelos potenciais alunos, que atinge a classificação mais surpreendente. Consegue a 6ª posição à frente de escolas como Harvard, Stanford, London Business School e INSEAD. “É um facto extraordinário que no primeiro ano que é elegível no ranking o The Lisbon MBA consiga esta boa classificação nomeadamente no “value for money” que calcula o retorno do investimento, o que os alunos ganham com o programa tendo em conta o investimento”, afirma Ferreira Machado, director da Nova SBE.

Também na lista dos que conseguem maior compensação salarial após o programa, está em 7º lugar a nível europeu. Os últimos indicadores revelam que, em 2012, 73% dos alunos do The Lisbon MBA que se graduaram estavam empregados ao fim de seis meses após a conclusão do programa. O ordenado base pós-MBA foi, em média, de 62.200 euros para estes graduados.

Mas é na categoria de experiência internacional que o MBA consegue a melhor classificação, atingindo o 3º lugar, o que é explicado pelas semanas passadas fora, proporcionadas aos alunos, como o período de estadia no MIT, em Boston.

Ver artigo completo.