Preciso de dinheiro. Como pedir um empréstimo?

Preciso de dinheiro. Como pedir um empréstimo? Sonhar não custa… e ter aquilo que sonhas custa cada vez menos… é por isso que existe o crédito.

Não há que ter medo em ir falar com os Bancos, mas é importante saber como.

1. IDENTIFICAR CLARAMENTE O OBJECTIVO PARA O QUAL PRECISAS DE DINHEIRO

Os Bancos emprestam dinheiro mas tens que justificar para que precisas do dinheiro.

Alguns produtos que os Bancos costumam financiar:

  • Viagens
  • Formação Pessoal
  • Habitação
  • Automóveis
  • Computadores
  • Electrodomésticos

2. QUE TIPO DE CRÉDITO PODES PEDIR

Existem dois grandes tipos de crédito:

Crédito ao consumo ou pessoal
Destina-se a bens com uma vida média/curta, como por exemplo: um automóvel, um computador ou o teu curso (médio/curto prazo).

Crédito Habitação
O crédito habitação é para bens com uma vida longa, como por exemplo uma casa. O prazo de pagamento é normalmente superior a 20 anos (longo prazo).

As taxas do crédito ao consumo são superiores às taxas de crédito habitação – porque o crédito habitação tem sempre uma garantia real (a casa), caso não consigas pagar o crédito, enquanto que o crédito pessoal em princípio não tem.

3. QUE CONCEITOS E CONDIÇÕES ASSOCIADAS AO CRÉDITO SÃO IMPORTANTES TER PRESENTE

  • O papel do Banco não é comprar o bem por ti, ele só empresta o montante que precisas;
  • Depois do Banco te emprestar o dinheiro, tens de o devolver na totalidade acrescido de juros (montante que tens de pagar aos Bancos para eles te emprestarem dinheiro), dentro do prazo de pagamento acordado;
  • Os juros que vais pagar ao Banco são calculados através de uma taxa de juro, sendo que ela pode estar, ou não, associada à Euribor que é a taxa de juro de referência na Europa (é determinada por 57 Bancos sendo que o único português é a CAIXA);
  • Para além da taxa de juro associada, ou não, à Euribor, o Banco também inclui na sua lista de pagamentos o spread, que não é mais do que uma margem para cobrir o risco associado à falta de cumprimento da dívida por parte dos Clientes;
  • Associado à necessidade de garantir o pagamento da dívida dos Clientes, o Banco garante-te o empréstimo depois de teres um seguro de vida;
  • Os Bancos também vão cobrar-te uma comissão para analisarem o teu pedido ou para avaliarem a tua casa;
  • Em síntese, pagarás todos os meses uma prestação. Este pagamento é o conjunto da devolução de parte do capital emprestado e de todos os custos acima referidos (taxa de juro, spread, seguros e custos de processo);
  • Poderás optar por um período de carência de capital (nomeadamente no Crédito Habitação), durante o qual, apenas pagarás os juros referentes ao empréstimo em causa;
  • Durante a vida do teu empréstimo, poderás pagar mais rapidamente a tua dívida se assim o entenderes.
  • No entanto, se decidires amortizar a dívida antecipadamente poderás incorrer no pagamento de uma comissão adicional sobre o montante amortizado, porque a taxa de juro e o plano de pagamentos foi estabelecido em função do prazo e montante inicial

4. COMO OBTER BOAS CONDIÇÕES DE CRÉDITO

  • Escolhe três ou quatro Bancos para comparares as condições de pagamento e as taxas associadas ao crédito;
  • Deves ter em atenção créditos especiais que possam existir, como por exemplo o crédito automóvel, porque por vezes têm melhores condições e podem estar em promoção;
  • Quando tiveres uma ideia de quais as condições que os Bancos oferecem tenta negociar o teu crédito tendo em conta os seguintes factores:
    • Relação com o Banco: Quantos mais produtos tiveres num Banco, mais baixa será a tua taxa de juro;
    • Garantia: Tenta ter alguém que se responsabilize no caso de não conseguires pagar a tua dívida (fiador);
    • Prazo de pagamento: Quanto maior for o prazo de pagamento do empréstimo mais baixa será a prestação;
    • Montante do empréstimo: Quanto menor for o montante que pedires face ao valor do bem que queres comprar, mais baixa será a prestação.

Tens mais questões? Tira todas as tuas dúvidas no Guia da Banca